Para começar a entrar nesse mundo de investimentos, primeiro temos que organizar o nosso orçamento. Temos que saber o dinheiro que temos disponível para fazer um investimento. Colocar em uma planilha todos os nossos gastos e ganhos, é uma ótima ideia para organizar tudo que temos. Não espere sobrar algum dinheiro, logo após o pagamento das suas contas, para aplicar em algum lugar. Reservar uma quantia todo mês já ajuda muito.

Depois da organização do nosso dinheiro, temos que começar a entender e estudar o mercado. Saber quais tipos de investimentos existem, nos ajuda a tomar a decisão certa na hora da nossa escolha. É recomendado que a gente comece a conhecer as diversas necessidades que ele começa a nos cobrar, pois isso nos faz aproveitar o melhor de cada escolhe e nunca perder as boas oportunidades que vão aparecer para gente. Muitos analistas indicam que o investidor tenha sempre em mente o que está fazendo para, assim, fazer a melhor escolha para si. Por isso devemos colher as maiores informações possíveis. Existem diversos cursos por ai e muitos são inteiramente gratuitos. Quando estamos atrás de informações, é muito importante ficar por dentro de todos os ricos que podemos correr, de todos os custos que teremos e quais os melhores produtos para investir.

Para fazer uma aplicação no mercado financeiro, devemos sempre contar com a ajuda de um intermediário e eles são os bancos, o da nossa confiança de preferência, ou até mesmo as corretores de valores. Temos que ser clientes de instituições que fazem esse tipo de trabalho para que a gente consiga efetuar depósitos ou resgate do dinheiro que investimos. Muitas dessas instituições nos oferecem investimentos bem semelhantes, temos que comparar sempre como andam as taxas para aproveitar o seu melhor momento, ou seja, quando elas estão mais baixas.

Tirar todas as nossas dúvidas com especialistas e pessoas que entendem sobre esse assunto é o primeiro passo para decidirmos onde iremos aplicar o nosso dinheiro. E esses profissionais precisam obter a certificação CPA-10 que mostra que eles estão por dentro desses conhecimentos. Não devemos nos esquecer de perguntar se eles, que estão nos atendendo, possuem esse certificado. Após isso estamos prontos para esclarecermos todas as dúvidas que nos consomem. Os planejadores com certificação internacional CFP também estão aptos para atuar como consultores de finanças. Eles costumam ter seu próprio escritório para atender as pessoas ou atuam em empresas de assessoria, cobrando por consulta ou por mês, o que gera um acompanhamento contínuo.

Depois de conseguir chegar às conclusões necessárias, ao avaliar nossos principais objetivos e após muita conversa com especialistas dessa área, podemos decidir, em conjunto com a instituição que resolvermos no aliar, quais são os melhores investimentos para o nosso dinheiro. Também temos que saber que os recursos que usaremos em curto prazo devem ficar em aplicações líquidas. Já a outra parcela que você vai demorar a precisar, pode ser aplicada em investimentos com expectativas maiores, isso quer dizer que são investimentos mais arriscados.

A cada três mês é indicado à consulta do nosso desempenho nos investimentos que fizemos e vamos verificar e eles estão dentro do esperado. É muito importante lembrar que a rentabilidade desses investimentos pode oscilar bastante e que às vezes é necessário mais um tempo de avaliação para decidirmos se trocaremos ou não. É muito importante respeitar o mercado e o nosso perfil de investidor.

Após tudo isso que foi citado acima, conseguiremos atingir um ponto que sempre esperamos. Não podemos desistir. Isso é um jogo, onde a gente pode perder e ganhar. Temos como exemplo o George Soros. Soros é um investidor e magnata dos negócios húngaro-americano e é considerado um dos maiores investidores do mundo. Ele nasceu na Hungria, mas logo depois foi morar na Inglaterra, por decisão da sua família. Eles são judeus e queriam fugir do nazismo. Foi em Londres que Soros conseguiu se graduar na escola de economia. Em 1950 ele mergulhou no mundo de negócios e conseguiu se tornar o maior do mundo, atingindo, em fevereiro desse ano de 2017, uma fortuna que estava batendo na casa de US$ 25,2 bilhões de dólares e se encaixando na lista dos trinta homens mais ricos do mundo.

Em 1992, Soros resolveu apostar milhões de dólares contra o banco central da Inglaterra e podem ficar chocados, mas essa aposta o gerou um gigantesco lucro de 1 bilhão de dólares e foi conquistado e apenas um único dia. Isso o fez ser reconhecido como “o homem que quebrou o Banco da Inglaterra”. É muita ousadia para fazer essas escolhas tão certas.

George Soros tem uma experiência muito grande graças a seus estudos aprofundados. Ele também resolveu nos passar diversos ensinamentos para aprendermos a pensar e agir do jeito certo no mercado de investimentos. Ele deixa bem claro que precisamos ser descobrir se estamos investindo da maneira errado. Ter a noção e aceitar que não fizemos uma boa escolha vai nos ajudar muito a se recuperar e procurar as melhores saídas que sejam capazes de melhorar os nossos problemas e isso nos ajuda a evitar diversas perdes e prejuízos.

Grande parte dos seus investimentos está caindo para o lado da tecnologia e essa parte chega a 40%. Uma grande curiosidade é que Soros já teve contatos com o Brasil, pois ele investia na Embraer e na Petrobras. Mas agora ele só investe em ações da Adecoagro, que é uma produtora de açúcar e etanol que se encontra no Mato Grosso e sua sede fica em Luxemburgo. Aqui temos algumas das empresas que George Soros investe: Amazon, Ebay, Delta Airlines, Mattel, PayPal, Tesla, Time Warner, Monsanto, Linkedin, Twitter, Walt Disney e várias outras. Ele não brinca em serviço, né, gente? E já sabemos que, ao fazer do jeito certo, respeitando o mercado e o nosso perfil, fica mais fácil ser um investidor de sucesso. Isso não acontece do dia para a noite, é preciso muito estudo e dedicação.